10 março 2010

Ó Pinto, vai-te catar!

Anda por aí um inteligente que considera que a greve é uma coisa do século passado.
Admito que haja quem venha defender que o inteligente se referia à TAP e à greve dos pilotos, mas não me parece.
Fernando Pinto, o inteligente em causa, afirma taxativamente que "greves é algo do século passado, ou do século anterior. Não é inteligente, porque retira completamente a capacidade da empresa de melhoria não só do salário como de competitividade (…)".
Mais uma vez, saem a terreiro com a competitividade e a melhoria do salário. O problema é que, conforme já sabemos, primeiro temos de melhorar a competitividade para depois subir aos salários; ora, como aquela é como a linha do horizonte, que se vê mas nunca se alcança já sabemos no que as coisas dão.
De qualquer modo, é sintomático o tipo de discurso que vai sendo vendido de forma recorrente onde alguns inteligentes sempre vêem com uma receita que só manda baixar as calças aos mesmos do costume!

6 comentários:

Pensador disse...

Vejo dois aspectos diferentes nesta questão. De um lado, concordo com você, a ladainha de "aumentar a competitividade para depois melhorar os salários", "fazer o bolo crescer para depois dividir" e outras variações do mesmo tema, é algo que vem sendo repetido há tanto tempo, que nem mesmo os bebês acreditam mais. Por outro lado, em setores altamente automatizados, ou com nível de terceirização muito elevado, a greve é um recurso um tanto esvaziado, uma vez que a paralisação dos trabalhadores não pressiona tanto assim a margem de lucro. Junte-se a isto o fato de a mídia, empresarial, sistematicamente influenciar a opinião pública contra qualquer greve que se faça. Cabe criarmos novos mecanismos de registrar nosso protesto, bem como de despertar a atenção da mídia e da população. Não sei o que poderia ser, e sei que não é fácil de inventar. Mas é hora de inovarmos.

António de Almeida disse...

Do passado é colocar o contribuinte a pagar empresas que dão prejuízo...

Daniel Santos disse...

no Brasil não existem greves?

Ferreira-Pinto disse...

Greve de zelo, pode ser Pensador?

Ferreira-Pinto disse...

Isso é verdade, António de Almeida, mas ao mesmo tempo uma atitude daquelas diz bem do que alguns gostariam que o futuro reservasse a todos ... a uns, cala e come; a outros, venha a nós o Vosso Reino!

Ferreira-Pinto disse...

Boa pergunta, Daniel ... o gajo às tantas saiu de lá no século XV!