17 março 2010

Agarra que é honesto, o contribuinte!

O Estado, esse magnânimo, perdoará fugas ao Fisco através de paraísos fiscais taxando os relapsos que, atormentados pelo Grilo Falante, queiram confessar a aldrabice!
Sabendo disto, aqui o Ferreira-Pinto vai perguntar ao chefe se este aceita passar a depositar-lhe o parco salário nas ilhas Caimão?

18 comentários:

Rosa disse...

Não querias mais nada, pois não?

António de Almeida disse...

Uma inutilidade. Nem os paraísos fiscais irão terminar, nem os prevaricadores trazem o dinheiro de volta, pelo menos de livre vontade. Por mim já sabe, impostos baixos, pagos por todos, Estado mínimo...

Ferreira-Pinto disse...

Querer, queria Rosa ... salário à gestor da PT!

Ferreira-Pinto disse...

Claro que sei, António de Almeida ... e bem sabe o amigo que lhe admiro a frontalidade. Impostos baixos, porque não?
Pagos por todos? Certamente e com medidas severas para quem não pagasse.
Menos Estado? Nalguns domínios não digo que não, mas não descuro algumas vertentes.

Rui Figueiredo Vieira disse...

É pá...mete lá uma cunha por mim! Também quero.

Tite disse...

Já escrevi sobre isto no crónica do rochedo e só não escrevo aqui porque este assunto me deprime e escandaliza tanto, mas tanto... que fico sem palavras!

Ferreira-Pinto disse...

Não sei, Rui Figueiredo Vieira ... isso já é capaz de ser demais ... depois ainda pensam que andamos na "sucatada"!

Ferreira-Pinto disse...

Ó Tite a minha conta nas Caimão já chegou às Crónicas do Rochedo? :)))

Tite disse...

F-P,

Não me faças rir... comentei a imoralidade dos perdões fiscais para quem coloca dinheiro nos paraísos fiscais num post que ele também colocou a propósito.

beijossss

Eduardo Miguel Pereira disse...

Ó FP com os ordenados que nós temos, o único paraíso fiscal que aceita as nossas "gorjetas" deve ser ali para as bandas das ... Berlengas !

Fada do Bosque disse...

Andam a brincar connosco e nós até deixamos... Espectáculo! :)

Ferreira-Pinto disse...

Ó Tite que peso me saiu de cima :)))
Brincava, como não podia deixar de ser.
Concordo plenamente ... é imoral, iníquo e mostra, mais uma vez, que existem portugueses tratados a fel e outros a mel!

Ferreira-Pinto disse...

Achas Eduardo? Olha que não sei ... pela ridicularia que certamente é, às tantas até as gaivotas nos cagavam em cima das notas cheias de desdém!

Ferreira-Pinto disse...

Ó FADA sabes como é ... o pessoal até se revoltava mas, como cantam os DEOLINDA, hoje não posso, agora não que joga o Benfica, amanhã talvez ... o nosso comodismo e a nossa letargia também são culpadas!

Francisco Clamote disse...

O mal está na própria existência dos paraísos fiscais. E confesso que ainda não percebi por que razão é que a comunidade internacional não acaba com eles. Algum dia será ? Espero bem que sim.

Ferreira-Pinto disse...

Pois amigo Francisco Clamote não acabam com os paraísos fiscais, porque aquilo dá muito jeito a muita gente e a muito país!

Daniel Santos disse...

e eles rapidamente vão fazer regressar os capitais a Portugal... esquece... foi um delírio meu.

Ferreira-Pinto disse...

Ainda vão é levar mais algum para fora, Daniel!