10 março 2010

A história das coisas...

Todos gostamos de "coisas". Ter coisas, comprar coisas, ser proprietário de coisas é para muitos de nós um lema de vida. Mas será que já parámos para pensar que o tal sistema de que nos dá conta a Celina, quer que pensemos assim?
Pensem nisso e vejam o teaser abaixo. Depois podem sempre ir ver o filme completo aqui. Vale bem a pena!

6 comentários:

Eduardo Miguel Pereira disse...

Olá Indomável, de facto o sistema induz as pessoas a pensarem assim, e com os resultados que todos, ineflizmente, vemos e sentimos e que os videos aqui "postados" demonstram.
Mudar isto não vai ser fácil, e muito honestamente acredito que serão as alterações climatéricas, provocadas por este consumismo desmesurado que vão obrigar a raça humana a rever a sua forma de viver.

Manuela Araújo disse...

Olá Indomável

O filme completo, são 21 minutos que vale a pena despender a ver. Espectacular. Adorei tanto que foi com ele que abri o blogue Sustentabilidade é Acção há quase quase um ano.
Vale a pena ver agora a continuação - The Story of CAP and TRADE(http://sustentabilidadenaoepalavraeaccao.blogspot.com/2009/12/story-if-cap-trade-o-negocio-do-carbono.html), sobre o "negócio" das emissões de CO2 carbono.

Parabéns aos cronista pelo novo blogue.

Ferreira-Pinto disse...

Mau Maria, mas vós não me arranjais matéria prima nova?

Já aqui tenho a Manuela Araújo a morder-me as canelas por causa dos direitos de autor :)))

indomável disse...

eheheh! Acontece que eu própria já sou activista da story of stuff há algum tempo, mas ao ver o post da Celina recordei-me mais uma vez do vídeo.
Agora vai sair em livro e tenciono comprar, para ficar aqui em casa para consulta e reflexão.

Digo só que o vídeo serviu e serve ainda, para acordar os miúdos, quando começam a ter ataques de consumismo...

indomável disse...

Já agora aproveito para agradecer ao pessoal que nos felicitou pelo blog...

é sempre um privilégio fazer-se parte de algo tão... abirritante!

Manuela Araújo disse...

Ferreira-Pinto
A Manuela não tem direitos de autor nenhuns, como sabes, e acho muito bem que se divulgue vídeos como este, que aliás, estão disponíveis para quem quiser.
Aliás, é pena que a maioria das pessoas não consiga ter 21 minutos para ver o vídeo de que fala a Indomável. Podia ser que começassem a perceber o contrato "tácito" da que fala a Celina no post anterior.
Mania das coisas originais....
Há muita coisa boa que merece ser divulgada, e que foi bem original quando foi feita. É o caso do "A História das Coisas"!
Parabéns à Indomável por isso.
Vê lá, Ferreira-Pinto, esses falsos testemunhos de "morder as canelas" podem tirar-me a abirritação :)