23 março 2010

Luta de gigantes

"That's it; the deed is done -- Google stopped censoring results for China. As of this morning, users trying to access google.cn are redirected to google.com.hk, where Google provides uncensored search results." [Fonte:Downloadsquad]

Pressionada pelo governo Obama ou não a Google tomou uma medida impensável até há pouco tempo, tomando em consideração as suas implicações politicas e sobretudo económicas, já que a China é um mercado imenso em pleno processo de desenvolvimento.

6 comentários:

Ferreira-Pinto disse...

A GOOGLE, provavelmente, terá sido pressionada mas também terá feito contas à vida.
A China é um mercado enorme; paralelamente, ao afrontar Pequim a GOOGLE também salva a face ante outros mercados, nomeadamente os que usam os seus serviços na rede.

Ferreira-Pinto disse...

Afinal, a coisa, segundo vem aqui já tem custos para a empresa estado-unidense.

"As acções da Google abriram negativas, depois de a empresa ter anunciado que vai deixar de censurar o seu motor de busca na China.
É neste cenário que as acções da Google descem 0,75% para 553 dólares, contrariando a tendência positiva das bolsas norte-americanas.
Na reacção à decisão da Google, o Governo chinês acusou hoje a tecnológica de violar «uma promessa escrita que tinha feito quando chegou ao mercado chinês»".

Rosa disse...

Realmente considerando que hoje todas as grandes empresas se movem atendendo à vertente financeira, causa estranheza esta aparente atitude de firmeza e afrontar da GOOGLE a Beijing.

PQ disse...

Haja esperança, ainda acontecem coisas estranhas no mundo e não só as habituais estranhezas sistémicas.

Pensador disse...

Eu considero a censura existente na China algo ridículo e, no mínimo, totalmente condenável. Infelizmente, porém, a censura é ainda a arma dos poderosos, e não é só lá que ocorre. Em alguns momentos, vou postar aqui a respeito do assunto.

Tite disse...

Estou com a Google.
Anda muito Governo a baixar a cuequinha a esta Ditadura que se serve da mão de obra barata para destruir a economia de muitos países por esse Mundo fora.

Gostei...
Agora só terá que arcar com as consequências... sem medos!