18 março 2010

Saíram das favelas e foram para...?

Segundo li nesta notícia, um relatório da ONU informa que o número de moradores em habitações precárias caiu no mundo como um todo. No Brasil, ao contrário de outros países, teria diminuido também o número de favelados.
Infelizmente, basta que se passeie pelas ruas do centro de São Paulo para se compreender melhor a realidade destes números. Ao que tudo indica, diminuiu o número de favelados porque as pessoas que estão pelas ruas nem mesmo nas favelas conseguem mais morar...

5 comentários:

Ferreira-Pinto disse...

Antes de tudo, assinalo a sua estreia caro amigo!

Quanto ao teor do texto, no fundo já nem operações de cosmética se fazem. As pessoas, com a crise e as dificuldades, só encontram mesmo abrigo na rua.
Aqui em Portugal, ainda recentemente na cidade do Porto um estudo assinalava o aumento de mulheres e crianças na rua.
É triste e confrangedor ver que a sociedade e o mundo se constroem assim.

Eduardo Miguel Pereira disse...

Antes de mais, um forte abraço e um sincero, bem vindo.

Sabe o que me veio imediatamente à cabeça quando li o seu post ?
Aquela música do Gabriel o Pensador, em que ele dizia (já nos anos 90) "Eu queria morar num favela, eu só queria morar numa favela", referindo-se a um indigente que nem na favela conseguia morar.

Ferreira-Pinto disse...

Bem lembrada Eduardo!

Pensador disse...

Música bem lembrada, Eduardo. E me fez lembrar de outra, um pouco mais antiga, Rock da Cachorra, do Eduardo Dusek, que dizia "tem muita gente por aí querendo levar uma vida de cão, eu conheço um garotinho que queria ter nascido pastor alemão".

Eduardo Miguel Pereira disse...

Ora aqui está o intercâmbio cultural Luso-Brasileiro já em funcionamento ! grande contratação Brasileira que nós fizémos aqui para o nosso "time" ! ehehehe